Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Candidato Autárquico para a Praia

Brito-Semedo, 3 Mai 16

 

Praia.jpg

 Vista da Cidade da Praia

 

 

É de todos sabido que sou e faço questão de ser “mnine de SonCent”, com toda a carga de genuinidade que isso carrega em relação à ilha de nascença e de pertença. Também é verdade que os meus amigos de infância e de adolescência do Bairro Craveiro Lopes e da Vila Nova cobram-me fidelidade e dedicação à Praia pelo facto de ser filho de um legítimo praiense e ter já mais anos de vida nesta ilha e cidade que de São Vicente.

 

A Cidade da Praia é hoje cosmopolita e pertença de todos que, por alguma razão, optaram por cá viver.

 

Fazendo um exercício da racionalidade e de reflexão, enquanto cidadão e munícipe atento, considero que a “nossa” cidade atingiu nestes últimos anos um nível de desenvolvimento tal que nos orgulha a todos mas que é chegada hora de aspirar que ela atinja um patamar ainda mais elevado enquanto capital do País.

 

Desde que se instituiu o Poder Local em Cabo Verde, com as primeiras eleições autárquicas em 1992, que os partidos políticos do arco do poder, PAICV e MpD, sempre procuraram governar a Capital, apostando em candidatos com peso político, todos eles líderes parlamentares, ganhadores da Câmara Municipal por dois mandatos: Jacinto Santos, do MpD, Felisberto “Filú” Vieira, do PAICV, e Ulisses Correia e Silva, do MpD. Este, posteriormente eleito Presidente do MpD e candidato a Primeiro-Ministro, cargo que agora exerce.

 

A vitória expressiva do MpD nas recentes eleições legislativas tem criado uma onda de entusiasmo, diria mesmo, de euforia, nas suas hostes, estando a surgir vários interessados em concorrer às próximas eleições autárquicas, com destaque para a Câmara Municipal da Praia.

 

Agostinho Lopes.jpg

 

Agostinho Lopes, pessoa experiente nessas lides, antigo líder parlamentar, ex-Secretário-Geral e antigo Presidente do MpD entre 2001 e 2006 anunciou já a sua disponibilidade em concorrer à Câmara Municipal da Praia.

 

É meu entendimento que havendo um ex-Presidente do MpD disponível para disputar a Câmara da Cidade Capital, para além de ser uma candidatura de peso, face a qualquer adversário político, é uma oportunidade de ouro e uma mais-valia. E essa candidatura só pode merecer o apoio dos dirigentes e das bases do MpD.

 

Embora ainda não se conheça o candidato do PAICV para as próximas eleições autárquicas, espera-se que seja uma figura com experiência e peso político a avançar para o pleito.

 

Sempre votei nas autárquicas com base no candidato, na plataforma eleitoral e numa equipa. Nada de partido. Desta vez não vai ser diferente.

 

Ao apresentar as razões da sua candidatura, Agostinho Lopes garante que “o muito que foi feito na gestão do UCS será valorizado, conservado e desenvolvido; o novo paradigma de gestão municipal, com enfoque nas pessoas e seus direitos, será aprofundado e consolidado; a noção de serviço público será reforçada; a tónica será posta no individuo e nas suas necessidades, na qualidade e no serviço publico.


Na cultura, no desporto, no saneamento, no urbanismo, nas infraestruturas, no equipamento urbano, na habitação, na mobilidade, na organização e gestão dos mercados, na segurança urbana, todo o trabalho desenvolvido nestes últimos oito anos será consolidado”.

 

A Praia, no entender de Agostinho Lopes, precisa de muito mais e pode, “pelas suas potencialidades e recursos, ser o motor de desenvolvimento económico e cultural de Cabo Verde; o polo principal de consumo e exportação de toda a produção nacional; a placa giratória que potenciará a inserção da nossa economia nas economias africana e mundial; o centro urbano com capacidade de atrair a sede e representações de organismos e empresas internacionais; uma base logística industrial e comercial capaz de servir o intercâmbio mundial entre centros produtores e consumidores; um local de turismo de negócios, conferencias e eventos; uma plataforma cultural nacional e internacional; um centro de produção de conhecimentos e formação referenciado”.

 

Com um programa deste e uma boa equipa, a Praia ganha um bom candidato e um bom Presidente!

 

Manuel Brito-Semedo

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Ondina Ferreira a 04.05.2016 às 10:06

Concordo! Com uma equipa trabalhadora e de pouco "gabinete" ("gabinete" no mau sentido do termo). a cidade da Praia progredirá!
Força!

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by