Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

 

Corsino-Fortes2.jpg

 Foto "A Nação"

 

 

Corsino António Fortes

 

São Vicente, 14.Fev.1933 - 24.Julho.2015

 

 

Não há fonte
Que não beba da fronte de tal homem
                               Que
A erecção deste homem é redonda
E tem o peso da terra grávida

- Corsino Fortes

in Cabeça Calva de Deus, 2001

 

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 comentário

De Elísio Semedo a 27.07.2015 às 11:28

De um patrício


... e não há fonte
cá nesta terra
que não seja insaciável
E
Não há fonte que não se tornou mais insaciável
Quando o autor do verbo deixou pão para se virar cinzas
Mas
Não há esperança que se desista porque se tornou cinzas
Tornou-se cinzas porque há um compromisso sagrado, inviolável e universal
Tornou-se cinzas para poder voltar a terra, à terra mãe
Voltou à terra mãe em cinzas
E esta é a verdade
Não há água que corra nestas ribeiras
que não consiga tornar férteis estas cinzas
Porque vamos precisar do pão & fonema.
Vamos precisar do tambor para podermos nunca dormir
E Cabo Verde vai continuar a gerar no seu ventre outros tantos corsinos
Então
Para quê tristeza corsina se o homem foi chamado para uma missão superior?


Elisio Semedo
27 de Julho de 2015
11h27mn

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • joão

    Amigo de Mindelo, sabe "o que é ser inventor"? Enc...

  • Sandro

    Amei esse "BAÚ" só tem preciosidade! 

  • Gilson

    Musicas muito bonitas, acho muito legal musicas ap...

Powered by