Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Programa do Governo: Cultura

Brito-Semedo, 13 Mai 16

 

Programa Governo.jpeg

O Governo entende que a cultura é a salvaguarda de um povo, é sua identidade e carisma, sua bandeira e garante da unidade nacional. É pela cultura que evoluímos como povo, sedimentando-nos como Nação.

 

Cabo Verde é um país culturalmente muito rico. A sua localização geográfica, as condições históricas do processo de constituição das ilhas favoreceram a nossa diversidade cultural, pois desde sempre, propiciaram um cruzamento de diferentes culturas, resultando numa mescla enriquecedora fruto da fusão das culturas sul-americana, europeia e africana.

 

A vida cultural e a criatividade devem ser preservadas e desenvolvidas por meio de políticas culturais coerentes e eficientes em harmonia com o desenvolvimento das regiões e do país.

 

É nesse quadro que o Governo aborda a cultura, primeiro, reconhecendo como fundamental que o Estado assuma o papel de facilitador e promotor das condições, por um lado, para que os criadores tenham infra-estruturas, financiamento e salvaguarda dos seus direitos autorais e por outro lado, para que os cidadãos possam fruir da cultura de forma livre, com alto padrão de qualidade, num espírito de construção da cidadania plena.

 

O Governo visa adotar uma política que terá como meta final a integração da cultura na geração de riqueza económica com uma distribuição nacional equilibrada, procurando incubar pequenas e médias empresas culturais nacionais que possam associar a criatividade à geração de empregos, receitas e bem-estar.

 

Cabo Verde tem, nos próximos tempos, a missão de redefinir, reenquadrar e dar uma nova dimensão ao papel da cultura e à definição prática do conceito de Indústrias Culturais.

 

As Indústrias Criativas unem a força tradicional da chamada cultura clássica com o valor agregado do talento empresarial e os novos talentos da média, eletrónica e da comunicação, agrupando os sectores de trabalho cujas atividades produtivas têm como processo principal um ato criativo gerador de um produto, bem ou serviço, cuja dimensão simbólica é determinante do seu valor, resultando em produção de riqueza cultural, económica e social.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Programa do Governo: Ensino Superior

Brito-Semedo, 11 Mai 16

 

Programa de Governo.jpg

O Ensino Superior vai ser transformado num eixo estratégico para o desenvolvimento do país, competitivo no contexto global, com base no tripé Excelência, Eficiência e Internacionalização e com prioridades que passam pela regulação, planeamento indicativo, fiscalização, aproveitamento dos recursos disponíveis no exterior, em particular na diáspora cabo-verdiana e do investimento na formação avançada dos docentes e investigadores universitários residentes no país.

 

 Os docentes/investigadores universitários são uma parte imprescindível na busca das soluções e respostas às questões que se colocam ao desenvolvimento de Cabo Verde, devendo ter as condições para que sejam capazes de ensinar, descobrir, inovar e criar conhecimento.

 

Historicamente as instituições do ensino superior têm sido um local privilegiado de transmissão e criação de conhecimento. É importante que as instituições do ensino superior cabo-verdianas, para além da sua requalificação, possam assumir integralmente o seu papel nessas duas dimensões, de transmissão e criação de conhecimento, sob o risco de não constituírem real valor acrescentado aos subsistemas do ensino básico e secundário.

 

Essas instituições, quer públicas, quer privadas, deverão estar em condições de ambicionar elevados patamares de qualidade tanto no ensino como na investigação, para que possam erigir-se em verdadeiras parceiras para o desenvolvimento e progresso da sociedade cabo-verdiana.

 

Aos três pilares tradicionais da universidade, formação, investigação e extensão, foram acrescentados mais outros dois pilares, democraticidade/inclusão e intervenção.

 

Enquanto a democraticidade/inclusão favorece o alargamento de oportunidades a estratos menos favorecidos da sociedade, visando, inclusivamente, captar as mentes brilhantes que de outro modo a ela não teriam acesso ou teriam um acesso limitado, o pilar da intervenção veio sublinhar a importância que deve ser atribuída às universidades e outras instituições de ensino superior na promoção de debates no seio da sociedade, na busca conjunta de soluções para os complexos problemas da sociedade contemporânea.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Reyan

    Só música de qualidade! Instrumentos de corda real...

  • Anónimo

    Oi sou cabo-verdiano, estou aqui de passagem, esto...

  • Regiane

    Exelentes musicas . Me faz recordar o tempo do meu...

Powered by