Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Tubarões Azuis.jpg

 Foto: Orlandinho Mascarenhas

 

 

Cabo Verde perdeu e não há drama. É realidade: Marrocos é uma equipa com mais tradição, melhor cultura táctica e mais disciplina no campo. É bom não esquecer que o ranking da Fifa é apenas uma lista feita à base de uma estranha equação de pontos somados. É só ver que no primeiro lugar está a Bélgica, equipa que nunca ganhou nada no futebol, e Portugal encontra-se entre os 10 primeiros, à frente se selecções como a Inglaterra, Uruguai e Itália. Mas é bom ver os Tubarões Azuis na posição 31.


Hoje na Praia, vi a pior selecção de Cabo Verde desde o CAN 2013. Muito mal arrumada, sem uma estrutura de jogo e sem apresentar uma única jogada estudada. Pedir um estilo de jogo seria demais.


Houve falta de comando no banco já que qualquer um que segue o futebol internacional, podia imaginar que Marrocos iria entrar a pressionar para fazer um golo e depois gerir o resultado. A jogar num campo com relva artificial, pequeno, com muito vento e a três dias de um novo jogo, em sua casa, frente ao seu principal adversário no grupo, não é preciso ser muito inteligente para se adivinhar as intenções dos marroquinos. E apostaram em subir as linhas de jogo e pressionar a defesa crioula que, sabe-se, é muita lenta. E nos dois lances madrugadores – o penalty que ficou por marcar (pelo que vi n tv) e o executado – o jogo ficou decidido.


A partir daí, apesar da equipa marroquina ter entregue o campo aos Tubarões Azuis, estes nunca apresentaram um fio de jogo. O meio-campo não existiu, não houve um municiador de jogo ofensivo, ninguém pautava o ritmo e a opção por passes aéreos num dia de muito vento era como colocar água em balaio furado. Por pouco pareceu-me estar a ver o Boavistão dos anos de 1980: só faltou a poeira da Várzea.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sporting X Mindelense, Foto Histórica

Brito-Semedo, 18 Abr 15

 

foto sporting sv.jpg

Foto ano de 1936, 37 ou 38, Arquivo de Carlos Faria, filho de Mochim Faria

De pé: Nitô (kipper do Mindelense) xx, Djô Figueira, Nhone d'Nhô Jom Branquim, Toi de Carmo, Governador da Província (?), Pitcha de Nha Gaída, Eduardo de Fula, Lulu Barbinha, Kida, Lela de Raúl, Xima Sequeira, Muchim Faria (kipper do Sporting), Sr. Mano (árbitro);
Agachados: Nhônhô, Manê Prete, Roqui, Antonzim, xx, Adérito Sena, João Cabral, Djosa Sena, Henrique Gronha e Dadà.

 

 

Foto Histórica: Jogo realizado em S.Vicente entre o Sporting e o Mindelense, ano de 1936, 37 ou 38, como despedida do Governador da Provincia de Cabo Verde.

 

Propriedade: Mochim Faria, cedido pelo filho Carlos Faria, Mindelo

 

Legendagem: Valdemar Pereira, Tours

 

Um apelo: Que saiam do fundo dos baús as "fotos com história" de modo a fixarmos o passado glorioso de SonCent e as suas memórias com a ajuda dos mais antigos. Mais, é preciso uma campanha conjunta - Ministério da Cultura, Ministério das Comunidades, Correios, Arquivo Histórico, Universidades - para se colectar fotos e postais antigos, digitalizar os acervos, fazer um Museu Postal ou um Museu da Imagem de cada Ilha.

 

Uma Nota: Os meus agradecimentos aos Amigos Carlos Faria (foto) e Valdemar Pereira (legendagem) por esta preciosidade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Joaquim ALMEIDA

    Inteiramente de acordo com a Gilda !.A mais bela c...

  • Anónimo

    Monte cara também,seria um bom nome para a nossa c...

  • eduardo monteiro

    Mindelo a minha eterna enamorada, a vida verdadeir...

Powered by