Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

São Vicente de Cara para o Futuro

Brito-Semedo, 27 Jan 17

 

Porto Grande - Foto Cecílio Lima.jpg

 Foto Tchitche Lima

 

A mitologia romana teve em Jano, o deus das portas e das passagens, que deu nome ao mês de Janeiro, o primeiro mês do ano e, por conseguinte, o mês de passagem de um ano para o outro, do passado para o presente e que anuncia o futuro.

 

O deus Jano é representado por um corpo com dois rostos, um, olhando para a frente, vigiando as entradas, e outro, olhando para trás, conferindo as saídas. E é nesta dupla perspectiva de Jano que, neste dia de aniversário de São Vicente, 555 anos, se deve pensar a cidade/ilha e reflectir sobre a sua vocação, face aos desafios futuros.

 

Êss ê qu’ê Mindelo nôs querido cantim

Terra que Deus derramá sê ligria

Terra de B.Léza, terra de Salibana

Êsse ê que’ê São-Cente coraçon de Cabo Verde

 

Mindelo

……………………………….

Deus ta dá-no vida e saúde

Pâ n’oío-be na bó franco progresso

 

JOTAMONT (1913 – 1998)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Neste Novo Ano de 2017

Brito-Semedo, 3 Jan 17

 

2017.jpg

 

 

“Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

 

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente.

 

Para você, desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada.

 

Para você, desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir, todas as músicas que puder emocionar.

 

Para você neste novo ano, desejo que os amigos sejam mais cúmplices, que sua família esteja mais unida, que sua vida seja mais bem vivida.

 

Gostaria de lhe desejar tantas coisas. Mas nada seria suficiente para repassar o que realmente desejo a você. Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam mover você a cada minuto, rumo à sua felicidade!”

 

Carlos Drummond Andrade (Itatiba, 31/10/1902 – Rio de Janeiro, 17/8/1987)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

Powered by