Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Teixeira de Sousa em Notas do BCV

Brito-Semedo, 22 Dez 14

 

200$ A.JPG

200$ B.JPG

 

Henrique Teixeira de Sousa, Médico e Escritor Foguense

 

Henrique Teixeira de Sousa, filho ilustre de Cabo Verde, nasceu na ilha do Fogo a 19 de Setembro de 1919. Médico conceituado e um alto expoente das letras cabo-verdianas, de que era escritor dos mais produtivos.

 

Especializado em nutricionismo, a ele se deve o principal contributo na elaboração de um estudo publicado sob o título Plano de Abastecimento de Cabo Verde em Época de Seca, publicado pelo Instituto de Investigação Científica e Tropical, Lisboa, 1985.

 

Para além deste plano, outras mais intervenções e publicações pontificaram o seu empenho em servir Cabo Verde com o melhor do seu saber científico nesta vertente do conhecimento médico – o nutricionismo, particularmente útil numa terra marcada por séculos de dolorosas secas.

 

Escritor influenciado pelo Movimento Claridoso e pelas correntes libertárias do homem, Teixeira de Sousa deixa-nos belos romances que retratam de forma sublime a realidade cabo-verdiana, com os seus costumes e as suas peculiaridades existenciais, com os seus sonhos e as suas angústias: Contra Mar e Vento - livro de contos (1972); Ilhéu de Contenda (primeiro de trilogia) (1978); Capitão de Mar e Terra (1984); Xaguate (segundo de trilogia) (1987); Djunga (1990); Na Ribeira de Deus (terceiro de trilogia) (1992); Entre duas Bandeiras (1994); e Oh Mar das Túrbidas Vagas (2005).

 

Tinha 86 anos, idade em que o comum das pessoas se acolhe ao aconchego do lar a aguardar o fim da vida. Mas Teixeira de Sousa não era desses. Vendia saúde, graças à sua boa condição genética, e, homem de têmpera continuava a viver intensamente, exercendo ainda clínica privada e intervindo activamente na literatura quando, vítima de um atropelamento, veio a falecer a 3 de Março de 2006.

 

Um ano antes da sua morte, por ocasião da publicação do seu último romance, Oh Mar das Túrbidas Vagas, em entrevista publicada no suplemento "Kriolidadi" do jornal A Semana, Teixeira de Sousa anunciava que tinha na forja uma obra de carácter histórico e um romance lírico. (Fonte: Adriano Miranda Lima)

 

Teixeira de Sousa ombreia-se agora com outros escritores antes homenageados pelo BCV como Baltasar Lopes da Silva (nota de 500$00, de 1992), Eugénio Tavares (nota de 2.000$00, de 1999), António Aurélio Gonçalves (nota de 1.000$00, de 2007) e com o químico Roberto Duarte Silva (nota de 500$00, de 2007).

 

Termino com os votos de um Feliz Natal e um Bom Ano cu txeu notas na bolsu!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Ariel

    Muito bom o livro! 

  • Anónimo

    Muito obrigada por nos presentear com estas inform...

  • Léo

    Olá, realmente esse ritmo é contagiante, fico me i...

Powered by