Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Família Levy Bentubo Wahnon

Brito-Semedo, 10 Ago 12

 

Whanon.jpeg

 

Isaac Wahnon e Raquel Levy Bentubo Wahnon (de Gibraltar), Filhos e Netos, São Vicente, 1899.

 

 

Whanon.jpeg

Foto gentilmente cedida por Judith Wahnon, USA

 

 TCV - Documentário "Presença de Judeus em Cabo Verde"

 

TCV - A preservação da herança judaica em Cabo Verde

 

Uma nota sobre a geneologia dos Wahnon, de Luis Almeida Santos:

 

Judeus.jpeg

Em 2000 publiquei em CDRom uma genealogia grande dos Wahnon. Estou agora a corrigi-la e completá-la para a publicar em livro em Abril 2011.

 

Sou filho do Eduardo, filho do Fortunato, filho de Simita, nascida no Paúl em 1868, filha de Isaac Wahnon, nascido em 1843 em Gibraltar, e de Rachel Levy Bentubo.

 

Para aqueles que conheci em 2000 – estou de volta. Para os que ainda não conheço, não hesitem em contactar-me.

 

Luis Almeida Santos     www.wahnon.net

 

NB - Depois do documentário acabado de exibir na Praia, faz todo o sentido a Esquina do Tempo reeditar este seu post de 20.Julho.2011.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De Judith Wahnon a 22.07.2011 às 22:19

Manuel Semedo
Obrigada pelo destaque que deu aqui a meu antepassados. Meu bisavo Isaac foi o primeiro Wahnon a  ir para Cabo Verde, de Gibraltar.  Esta fotografia foi tirada em Sao Vicente em Janeiro de 1899, mostra  meus bisavos, Isaac Wahnon e  Rachel Levy Bentubo, e a sua descendencia naquela epoca. Esse grupo cresceu, e se multiplicou grandemente. Hoje espalhados pelo mundo, ainda temos nossas raizes em Cabo Verde .A nossa ascendencia Judaica  de uma familia que prosperou, e contribiu para o desenvolvimento de Cabo Verde em varios sectores , e nosso orgulho. Meus bisavos foram para Cabo Verde onde tiveram os filhos,  mas deixaram suas familias  em GiIbraltar, e  Marrocos . E  interessante mencionar aqui que todo o Wahnon, seja de que nacionalidade for, sabe que somos da mesma familia, saidos de Tetuan Marrocos, para Gibraltar , depois espalhando se pelo mundo.  Milhares de Judeus  trocaram de nomes, e se converteram  ao catolicismo devido a persiguiçao dos Reis de Espanha, e mais tarde de Portugal. Os Wahnon  preservaram o seu nome. Hoje, apesar do orgulho dessa ascendencia , poucos dos descendentes dos Wahnon de CaboVerde practicam a religiao Judaica. 

De Brito-Semedo a 22.07.2011 às 22:36

Eu e os leitores do "Na Esquina" é que agradecemos a sua generosidade em partilhar a história ancestral dos Wahnon , que a minha geração (dos anos 50) ainda conheceu bem estabelecida comercialmente em S. Vicente. A vossa história entrecruza-se com a história do desenvolvimento da nossa ilha. Um grande abraço da terra que acolheu os seus bisavós Isaac Wahnon e  Rachel Levy Bentubo e vos viu nascer. Shalon!

De josé J. Cabral a 24.04.2013 às 10:52

Em São Nicolau, há campas de família Salomão Pimenta. Tivemos por cá muitos Azancoth.

Tenho as fotos das campas

De Edson Ávila Farias a 24.05.2020 às 16:36

Meu ancestral é Gabriel Levy da Ilha de São Jorge nos Açores. Vocês teriam alguma informação da família dele?
Obrigado.

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Edson Tavars

    Olá boa tarde. Sou um dos amantes das historias e ...

  • Pecas lopes

    Um belo artigo. Assim como muitos, também sou natu...

  • Ondina Ferreira

    Uma memória bem narrada. Um marco importante na vi...

Powered by