Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Feiticeira que tudo sabe

Brito-Semedo, 14 Nov 11

 

Foto Tó Gomes

 

Tu, feiticeira que tudo sabe, que incita e faz

fala-me do que não vejo e que em mim jaz

dormindo no mais profundo da minha alma.

Tenho uma dor incomensurável, uma chama

que as fases do tempo que passa não pára,

faz-me curtir, não altera e lenitivo não traz

 

Não sei se é uma fraqueza ou realidade feliz

se uma infelicidade alegre ou alegria infeliz

se uma manifestação de carácter inexorável

se é pressentimento ou um presságio amável.

 

Não aguenta preponderância do firmamento

dói quando se é condenado ao afastamento
ignora as excelências de muita outra beleza

preferindo os desgostos próprios da tristeza.

 

Nem o sol clemente nem chuva mais fecunda
nem coração mais puro ou mais apaixonado

têm a panaceia para enfermidade hedionda

que se apodera da alma de forasteiro ruído


Não pode haver coisa mais danada e impura

que se junta, germina e pela vida fora dura.

Feiticeira, deixa a tua poção que nunca cura

mistura as plantas em remédio que perdura.

Dizem-me que é doença lusa de toda a idade

sem sinónimo em outro léxico: é a Saudade.

 

- Valdemar Pereira, Tours, França

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

8 comentários

De Valdemar Pereira a 15.11.2011 às 20:59


Brincando, brincando, é que o macaco ...



Meu Caríssimo Amigo Adriano: - Fico completamente sem fala com o teu comentário sobre esta dissertação sobre Saudade. Nunca pensei que uma "brincadeira" ia merecer os elogios que recebo com imenso orgulho e, se não te conhecesse, pensaria ser uma brincadeira como costuma fazer o "amigo Cleonice".
Se o meu escrito merecer alguma atenção de leitores, mesmo anónimos, fico feliz mas - garanto-te - numa me posicionarei para os lugares de que falas.
Obrigado pelas tuas palavras e pela coragem de as deixar neste lugar de muitos passantes.
Outro obrigado ao Brito Semedo que disponibilzou o seu blog cultural.

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Adriano Lima

    Esta situação é deveras preocupante e justifica um...

  • Vibeke Nielsen

    Hi. I am a Danish resident who newly were on vacat...

  • Anónimo

    Mas fiz a legenda,nao é engano..Eu casei em Março ...

Powered by