Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

a-symphony-of-flavors.jpeg

Acaba de ser editado em Londres o livro A Symphony of Flavors: Food and Music in Concert [Uma Sinfonia de Sabores: Música e Comida em Concerto], um trabalho organizado pelo Professor Doutor Edmundo Murray, enquanto vivia em Cabo Verde como professor convidado da Universidade de Cabo Verde. 

 

Descrição do Livro

 

"Som e sabor comportam uma relação especial, e muitas vezes são apresentados e representados em conjunto. A ligação entre a música e a comida tem sido um campo tradicional para os artistas sugerirem, entre várias emoções, o amor e o desejo sexual, a felicidade, o medo e a revolta, assim como os valores ambientais, urbanos, étnicas e de classe social.

Este livro multi-autor explora a interligação entre música e comida e as suas relações significativas. Com uma abordagem multicultural, os capítulos concentraram-se em vários períodos históricos e culturas do mundo. As ligações entre a música e a comida são exploradas no âmbito das diferentes disciplinas, inclusive a musicologia, a literatura, a antropologia e história. Linhas gerais de uma base teórica são desenvolvidos por especialistas de diversas áreas" (Trad. Zita Vieira Mendes, Docente da Uni-CV).

 

O livro A Symphony of Flavors: Food and Music in Concert, organizado em 10 capítulos, conta com 3 capítulos dedicados a Cabo Verde, assinados por Izaura Furtado, Manuel Brito-Semedo e Simone Caputo, e deverá ser apresentado na Praia no próximo mês de Outubro.

 

Extracto do livro

 

Ler post anterior sobre o assunto

 

A Symphony of Flavors: Food and Music in Concert
Edited by Edmundo Murray
This book first published 2015
Cambridge Scholars Publishing
Lady Stephenson Library, Newcastle upon Tyne, NE6 2PA, UK

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

'O Manduco' volta a Zurzir

Brito-Semedo, 5 Ago 15

 

O Manduco.jpg

 

Edição fac-similada a sair em Novembro de 2015.

 

O jornal regional da Ilha do Fogo, O Manduco, Órgão defensor dos interesses da Colónia, volta a circular nestas ilhas, noventa anos depois do seu desaparecimento a 30 de Junho de 1924, agora em edição fac-similada, pelas mãos da livraria de que o seu fundador é patrono, a Livraria Pedro Cardoso.

 

A reedição d’ O Manduco representa o sacudir do pó do tempo e das brumas do esquecimento acumulados sobre este jornal restituindo um pouco do brilho de uma época rica e importante para o percurso de Cabo Verde.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Adi

    I think and I am really aware of the what it take ...

  • curso de teclado

    Muito boa a musica, parabéns !

  • Anónimo

    Porque é que omitiu o editor do "Diário" de Antóni...

subscrever feeds

Powered by