Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Falucho das Estórias

Brito-Semedo, 23 Nov 17

 

Falucho - LogoMarca.jpg

  

“E ele vai baloiçando como um mastro

Aos seus ombros apoiam-se as esquinas”

– Sophia de Mello Breyner 

 

 

À memória do Mestre Apolinário e do Falucho “Belmira”

 

 

Dobrada a “Esquina do Tempo”, o cronista decidiu ser marinheiro de “Falucho”, criar um novo projecto de escrita e viajar pelos mares das ilhas à procura de estórias e de fixar hábitos e costumes das suas gentes. É que os faluchos, que faziam o trafego entre as ilhas, guardam no seu bojo lendas e estórias que valem a pena recordar e partilhar. É disso e muito mais que se irá falar neste novo espaço.

 

 

belmira_04.jpg

 

    

Soprando de barlavento, o vento é de feição… e o falucho, com velas enfunadas e rumo traçado, lá vai na sua viagem inaugural.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • João Mendes

    Rebusquei depois nas minhas memórias e verifiquei ...

  • João Mendes

    Deixem-me aqui recordar Celso Leão pessoa intelige...

  • João Mendes

    Conheçi o café Lisboa em 1961.. Lá cantei fado mui...

subscrever feeds

Powered by