Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

"Almanaque Luso-Africano"

Brito-Semedo, 1 Fev 12

 

Alamanaque.jpeg

A presente edição do Almanach Luso-Africano, do Cónego António Manuel da Costa Teixeira [Santo Antão, 1865 - 15.Março.1919], integra-se nos domínios da investigação desenvolvida no centro de Literaturas de Expressão Portuguesa das Universidades de Lisboa (FLUL/CLEPUL/ FCT), Area-2: Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, como finalização de um projecto dedicado à cultura e literatura cabo-verdianas.

 

Ocasionalmente referido, pelo menos desde meados do século XX, o “Almanach do Cónego Teixeira” tem apenas dado lugar a estudos sumários, por ângulos de apreciação sobretudo pouco lisonjeira, ou a breves nomeações indirectas em apontamentos que correm “on-line”. Tem por isso vivido numa espécie de limbo-distância que se repercute no facto de, na maioria dos casos, as referências não excederem a citação de citações, sem contacto com a fonte, de fácil justificação, mas também com prejuízos evidentes. No estado actual dos nossos conhecimentos, temos notícia segura dos exemplares seguintes: três do volume do ano de 1895 (Praia/Cabo Verde, Lisboa/Sociedade de Geografia e Londres/British Library) e outros tantos do ano de 1899 (Praia/Cabo verde, Lisboa/Biblioteca Nacional e Lisboa/Arquivo Histórico Ultramarino).

 

Deste facto decorrem os fundamentos que subjazem ao actual projecto de edição, a oportunidade de devolver à contemporaneidade uma preciosidade cultural e o interesse em a tornar acessível ao público e aos estudiosos, em consideração das suas valências notáveis, documental como facto histórico-cultural, e monumental como representação literária. Por se tratar de um género de atributos muitos peculiares, as suas características documentais, técnicas (e económicas) e monumentais, composicionais (e artísticas), obedecem a um espírito e linguagens de época cuja imagem de autenticidade não se compaginaria com os tipos de reedição corrente.

 

Coordenadores:

 

João Lopes-Filho / Alberto Carvalho

 

Nota: Para adquirir os livros consultar aqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • José Costa

    Infelizmente não posso aderir pq como menino de Mo...

  • José Costa

    Faço minha suas palavras pois nasci e cresci nessa...

  • Marques

    Orgulho de ser portuguesa ouvindo tão bem de taman...

subscrever feeds

Powered by