Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na SonCente, Moda um Passarim

Brito-Semedo, 24 Out 12

Escola Primária da Chã de Cemitério, datada de 1951, Foto Maria Catela, Junho.2010
 
- Para o Amigo Valdemar Pereira
 

Faço normalmente a pé o percurso da minha casa para o trabalho na Morada, seguindo pela Av. Manuel de Matos, passando pela minha velha casa, a Fábrica Favorita, a Escola Primária, o Largo John Miller, a Fábrica Sport, o Grémio Sportivo Castilho, a Rua de Côco, indo sempre em frente, passando a Padaria de Nhô Nton Djudjim, até desembocar no largo do antigo Liceu Gil Eanes.

 

Voltar para viver em S. Vicente tem sido deveras interessante e hoje dei-me conta que ando pulando “moda um passarim". Visito os lugares de diazá com nostalgia, à cata de memórias; páro nas ruas a procurar descobrir os lugares e a recordar como as lojas e as casas eram antes e quem eram os donos ou nelas viviam; cumprimento a todos, sobretudo as pessoas mais velhas, da minha infância; cruzo-me com antigos colegas da escola e revejo amigos desse tempo, que me fazem festa e dão as boas-vindas.

 

Agora à tarde, quando ia para o trabalho, vi um movimento de alunos do ensino básico – distingui-os pela cor azul da bata – à entrada do edifício da minha antiga Escola e decidi dar fé ao que ali se passava. Aproximei-me e meti conversa com eles. Contei-lhes que tinha estudado ali a 1.ª e a 2.ª classe. Os meninos, sérios, a olhar para mim sem dizer palavra. Um dos professores, acabado de entrar, olhou-me sorridente e disse:

 

- N sabê quem bocê e. N oiá bocê ôje na televisão. Bocê e Vice-Reitor d'Universidade. Nôs scola tem orgulhe de bocê! // Eu sei quem o senhor é. Vi-o hoje na TV. O Senhor é o Vice-Reitor da Universidade. A nossa escola tem orgulho do senhor!

 

Edifício do Antigo Liceu Gil Eanes, Foto Maria Catela, Junho.2010

 

- Manuel Brito-Semedo

 

Mindelo, 23.Outubro.2013

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

9 comentários

De Ernestina Santos a 26.01.2013 às 20:01

Ah, Prof., quem se sentiu agora como um passarim nove fui eu! Não me tinha dado conta que tem a sorte de estar a viver na tchom de Soncente! Mea culpa, pois ando afastada em consequência da crise que assola este mundo, com mais trabalho e desgaste pela luta contra os que se julgam donos das empresas, tratando trabalhadores como se máquinas fossem...
Despertou em mim o passarim que me assopra, no início de cada ano, quando começo a planear cuidadosa e emotivamente as próximas férias, "Cabo Verde". Mas o mundo é grande e há que conhece-lo, pois assim crescemos como pessoas...
As maiores felicidades, que bem merece, pois trabalhou para isso, nesse pedacm de tchom! Quando percorrer essas ruas, mande um passarim com mantenha a esta amiga que viveu junto ao Liceu Gil Eanes, na ex-Rua Duarte Custódio, muito feliz até que, menina e moça, me trouxeram da casa e da terra que para mim eram o mundo! 
Junto-me aos da sua escola que têm orgulho em si, pelo que conquistou e pelo que não perdeu ao longo da sua vida, que é o seu caráter!
Abraço amigo!
ES

Comentar post

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Adi

    I think and I am really aware of the what it take ...

  • curso de teclado

    Muito boa a musica, parabéns !

  • Anónimo

    Porque é que omitiu o editor do "Diário" de Antóni...

Powered by