Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O museu de cera Madame Tussaud

Brito-Semedo, 17 Mar 11

publicado: sexta 18 fevereiro 2011 por Paulo Almeida Prado

 

Uma das maiores franquias de museus em todo o mundo, os espaços de Madame Tussaud são conhecidos pelas impecáveis réplicas em cera de celebridades, esportistas, políticos e artistas que ostentam suas galerias. E agora, essa fama pode se expandir a outro setor: os cinemas!

 

Nascida na França, Marie Tussaud ganhou fama como artista na Paris dos séculos 18 e 19, quando era uma figura célebre, tendo relações de amizade com figuras como Napoleão Bonaparte. Marie esteve envolta em aconte-cimentos da Revolução Francesa, escapando por muito pouco de ser guilhotinada, e começou seu legado de bonecos de cera com a fundação de seu primeiro museu, em Londres, no ano de 1835. E de lá pra cá, o museu se tornou uma famosa marca, com unidades em diversos continentes. Ao lado, você confere uma réplica de cera da própria criadora da empresa.

 

O filme será uma biografia de Marie Tussaud e tem nome provisório de “Madame T”. Ainda não há elenco cogitado e nem data de lançamento prevista.

 

Museu Madame Tussauds é um famoso museu de figuras de cera. Possui a maior coleção de figuras de celebridades. A sede principal do museu está em Londres, mas também existem 8 filiais em, em Nova York, Washington, D.C., Las Vegas, Hollywood, Berlim, Amsterdam, Hong Kong e Shanghai.

  

Madame Tussaud (1761-1850), nascida Marie Grosholtz em Estrasburgo, França, trabalhou como governanta para o Doutor Philippe Curtius, um médico com talento em modelação da cera, que ensinou essa arte a Tussaud. Começou sua carreira modelando em cera, máscaras de vítimas da Revolução Francesa. Ela se mudou para a Inglaterra em 1835, fez uma mostra de seu trabalho na Baker Street perto do endereço do atual museu. Suas técnicas convencionais ainda são usadas para criar figuras da realeza, políticos, atores e astros da música pop e heróis do esporte.

 

Há citações do museu em livros de Júlio Verne como o "Volta ao mundo em 80 dias".

in Wikipédia

 

Nota: Este post é o número 301!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Comentar:

De
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres

O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • Edson Tavars

    Olá boa tarde. Sou um dos amantes das historias e ...

  • Pecas lopes

    Um belo artigo. Assim como muitos, também sou natu...

  • Ondina Ferreira

    Uma memória bem narrada. Um marco importante na vi...

subscrever feeds

Powered by