Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Teixeira de Sousa Foto Joaquim Saial.jpg

 

 

Henrique Teixeira de Sousa

 

(06.Setembro.1919 – 06.Setembro.2019)

 

 

Com ele, simbolicamente foi sepultado o último Claridoso.

 

 

FUNDAÇÃO CASA DAS BANDEIRAS

CELEBRAÇÃO DO CENTENÁRIO DE TEIXEIRA DE SOUSA

 

 

06 DE SETEMBRO – SEXTA FEIRA

 

HORA

 

ATIVIDADE

 

LOCAL

 

 

 

 

10:15

 

 

 

16: 30

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

17:30

 

 

 

· Alvorada com foguetes, tambores tradicionais e grupos de batucada;

· Concentração e partida para a cerimónia de deposição de coroa de flores;

· Cerimónia com música instrumental de violino e deposição de coroa de flores;

 

· Descerramento de uma placa na casa onde nasceu Teixeira de Sousa;

· Curta intervenção do filho;

 

· Sessão de Abertura das Celebrações:

· Intervenção de Abertura com a Presidente da Fundação;

· Intervenção do filho de Teixeira de Sousa;

· Intervenção oficial do Sr. Presidente da Câmara de São Filipe;

 

· Apresentação da reedição dos seguintes trabalhos científicos de Teixeira de Sousa – “Alimentação e Saúde nas Ilhas de Cabo-Verde”, “O Problema Alimentar em Cabo Verde” e “Bibliografia Nutricional de Cabo Verde” com o Dr. Evandro Monteiro;

· Animação cultural com alunos das escolas de música da cidade e arredores.

- Casa das Bandeiras

 

 

07 DE SETEMBRO – SÁBADO

 

HORA

 

ATIVIDADE

 

LOCAL

 

11:00

 

 

 

· Início de pinturas murais sobre as obras de Teixeira de Sousa, na Escola Secundária de que é patrono.

 

· Encontro entre a Comissão Organizadora das celebrações e os serviços locais da educação, para a integração de uma unidade curricular, abordando as obras de Teixeira de Sousa, ao longo do ano, nas Escolas Secundárias da Ilha.

- Escola Secundária Teixeira de Sousa

 

 

 

27 DE SETEMBRO – SEXTA-FEIRA

 

17:00

· Palestra baseada na trilogia de Romances de Teixeira de Sousa sobre a ilha do Fogo com a Dra. Fátima Fernandes

· - Ilhéu da Contenda (1978)

· - Xaguate (1987)

· - Na Ribeira de Deus (1992)

- Casa das Bandeiras

 

25 DE OUTUBRO – SEXTA-FEIRA

 

17:00

· Apresentação do filme “Ilhéu de Contenda” com realização de Leão Lopes, baseado na obra do mesmo nome de Teixeira de Sousa.

- Casa das Bandeiras

 

19 DE DEZEMBRO - QUINTA-FEIRA

 

17:00

 

· Apresentação da peça de teatro “A família de Aniceto Brasão” – uma adaptação dramatúrgica do conto do mesmo nome, de Teixeira de Sousa, com a Companhia de Teatro Teixeira de Sousa e encenação de Luís Pires.

 

- Casa das Bandeiras

       

 

Até meados de 2020 estão previstas as seguintes atividades a serem calendarizadas:

  • Conferências com a Dra. Nezi Brito, o Professor Fausto do Rosário e a Dra. Antonieta Lopes;
  • Pinturas murais de “cenas representativas das obras de Teixeira de Sousa” nos três concelhos da ilha;
  • Extratos das obras de Teixeira de Sousa em azulejos, na cidade e na ilha;
  • Edição de trabalhos de investigação do professor Fausto do Rosário sobre as obras de Teixeira de Sousa;
  • Exposição de fotografias sobre a ilha do Fogo;
  • Lançamento da obra “Intervenções de Teixeira de Sousa enquanto Presidente da Câmara Municipal de São Vicente.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Layout Porto Memória.jpg

 

Nho-Roque-no-Atelier-Mar-1980.jpg

 

Assinalam-se a 30 de Setembro (1901 – 1984) os trinta e cinco anos da literatura cabo-verdiana sem este grande ficcionista mindelense que foi António Aurélio Gonçalves, o nosso Nhô Roque.

 

Em Novembro de 1986, por ocasião do cinquentenário da Claridade, revista de arte e letras (S. Vicente, 1936-1960), apresentei no Simpósio Internacional sobre a Cultura e a Literatura Cabo-verdianas uma comunicação intitulada “A Cidade do Mindelo na Ficção de António Aurélio Gonçalves”, como uma tripla homenagem: (i) ao Ficcionista, que eleva a sua cidade natal à ficção como espaço exclusivo da sua novelística; (ii) à Claridade, revista nascida aqui na cidade do Mindelo; e (iii) à Gente do Mindelo, cujo problema das relações humanas constitui pano de fundo da novelística gonçalviana. Considero hoje ter sido isso uma grande ousadia, pela responsabilidade que acarretava, só possível devido à minha juventude e falta de experiência.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecer!? Ninguém esquece…
Suspende fragmentos na câmara escura, que se revelam à luz da lembrança...

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Jornalista e Poeta Eugénio Tavares

Comunidade

  • José Costa

    Infelizmente não posso aderir pq como menino de Mo...

  • José Costa

    Faço minha suas palavras pois nasci e cresci nessa...

  • Marques

    Orgulho de ser portuguesa ouvindo tão bem de taman...

Powered by